A ESCOLA

 

Quem já nos ajuda:
Rosa Lopes e Silva - Alumínios Agrupamento de Escuteiros - 1241 Mortágua

 


 

Associação Beira Aguieira de Apoio ao Deficiente Visual
Rua da Albufeira nº 15,
Chão de Vento | 3450-333 Mortágua
PORTUGAL

Tel.: +351 231 920 978
E-mail: geral@caesguia.org
Web: www.caesguia.org
FB: facebook.com/caesguia.org

 

Com o apoio da FFAC – www.chiensguides.frSócio Efectivo da IGDF – www.ifgdsb.org.uk
 
Certificação de sistemas ISO 9001, certificação acreditada IPAcCertificação de sistemas ISO 9001

FAQ'S

Perguntas mais frequentes

Onde se treinam cães-guia em Portugal?
Até ao momento a ABAADV é a única instituição do País a formar Cães-guia para cegos. A Escola está implantada num terreno de aproximadamente 4000 m2 e é composta por 3 blocos. Num dos blocos encontra-se a parte administrativa, técnica e residencial, no outro bloco os canis e a clínica e o último bloco, construído recentemente, destina-se á reprodução.

Como surgiu a abaadv?
A aventura da constituição da Escola de Cães-Guia para Cegos em Portugal teve início em 1995, com a candidatura de um projecto comunitário no âmbito do Programa Horizon. Através desse programa conseguiu-se a formação de 2 educadores com a parceria da Federação Francesa de Escolas de Cães-Guia (FFAC), a aquisição do terreno e construção das instalações (a 2 Km do centro da vila de Mortágua), bem como a organização da restante equipa. No início de 2000, terminado o projecto comunitário, nasceu a ABAADV - Associação sem fins lucrativos, cujo principal objectivo é a formação de cães-guia para cegos. A Associação conta com o apoio do Estado através de um protocolo estabelecido com a Segurança Social, da Câmara Municipal de Mortágua, de outros Municípios e de aproximadamente 600 sócios individuais e colectivos.

Pode um treinador de cães, estranho à abaadv, ser educador de cães-guia?
Não. De acordo com o nº 1 do art. 5º do D.L. nº 74/2007 de 27 de Março, “o estatuto de cães de assistência só é reconhecido aos cães educados e treinados em estabelecimento idóneo e licenciado que utilize treinadores especificamente qualificados.” A ABAADV é a única instituição que cumpre com estes requisitos no que diz respeito aos cães-guia para cegos, com 3 educadores formados especificamente pela Federação Francesa de Escolas de Cães-Guia (FFAC) e reconhecida pelo Instituto Nacional de Reabilitação e pela Federação Internacional de Escola de Cães-Guia (IGDF), da qual é membro associado.

Como é que eu posso colaborar?
Sendo sócio Sendo Família de Acolhimento Fazendo um donativo Apadrinhando um cachorro Adquirindo o nosso material promocional Colaborando como voluntário nas actividades desenvolvidas pela ABAADV etc...

Um cão-guia pode entrar em qualquer sítio?
Sim. De acordo com os artigos 1º, 2º, 3º e 4º do D.L. Nº74/2007 de 27 de Março, os Cães- -Guia têm o direito de acesso a locais, transportes e estabelecimentos de acesso público desde que estejam acompanhados pelo seu utilizador, pelo seu educador ou pela sua família de acolhimento e se encontrem devidamente identificados.

Todos os cães podem ser cães-guia para cegos?
Nem todos. Estes animais devem ter um carácter muito especial, serem equilibrados, tranquilos e obedientes. Por este motivo as raças que se empregam habitualmente são o Labrador Retriever, o Golden Retriever, o cruzamento destas duas raças e o Pastor Alemão. Não obstante dentro destas raças nem todos reúnem condições para ser um cão-guia. É por isso que se desenvolve um programa de reprodução, com selecção dos pais de acordo com as suas características físicas e comportamentais, bem como um acompanhamento muito estreito das ninhadas, com observação e testes para selecção dos que demonstram mais aptidão para serem um bom cão-guia.