O Cão-guia

 

Quem já nos ajuda:
Rosa Lopes e Silva - Alumínios Agrupamento de Escuteiros - 1241 Mortágua

 


 

Associação Beira Aguieira de Apoio ao Deficiente Visual

Chão de Vento | 3450-333 Mortágua

E-mail: geral@caesguia.org
Tel.: 231 920 978

 

Com o apoio da FFAC – www.chiensguides.frSócio Efectivo da IGDF – www.ifgdsb.org.uk

A FORMAÇÃO DA DUPLA

 

A constituição de uma dupla Cego/Cão-guia é feita em função do temperamento, das capacidades e das necessidades da pessoa cega.

Uma vez o cão seleccionado em função do perfil do seu futuro utilizador o candidato efectua um estágio de formação de 15 dias.

A primeira fase de aprendizagem que permite a progressiva adaptação entre o cego e o Cão-guia é passada na Escola. Aqui existe uma área residencial com tudo o que é necessário para garantir a segurança e bem estar do candidato durante este período. Nesta fase o educador elabora um programa de trabalho que vai permitir ao utilizador conhecer o comportamento e carácter do seu Cão-guia bem como tomar conhecimento das ordens e técnicas necessárias para vir a ser uma dupla de sucesso.

Durante esta semana a Escola promove o encontro entre a Família de Acolhimento do cão e o seu futuro utilizador para convívio, troca de informação e criação de laços. Assim o Utilizador pode reconhecer o trabalho desenvolvido de uma forma solidária pela Família de Acolhimento e esta o corolário do seu esforço.

A segunda fase é passada na área de residência do futuro utilizador. Aí o educador vai fazer a correcta adaptação da dupla ao seu meio envolvente (casa, trabalho, lazer etc.).

Terminada esta fase o utilizador assina um Contrato (Acordo de entrega do Cão-guia) com a ABAADV mediante o qual recebe o usufruto do cão comprometendo-se a cuidar dele ao longo da sua vida.

A Escola assegura o acompanhamento da dupla durante toda a sua existência.

O cão-guia é entregue gratuitamente ao seu utilizador.

 

Ir para a Galeria de Fotos »